Cursos Mototaxi Locais das Autoescolas Bahia





Lista das autoescolas credenciadas a ministrar cursos para mototaxistas no estado da Bahia.

CURSOS LIBERADOS DE MOTOTAXI E MOTOFRETE
INTERIOR
CFC Via Fácil/Teixeira de Freitas
CFC Central/Teixeira de Freitas
CFC Autovia/Matriz/Teixeira de Freitas
CFC Shanna/Itamarajú
CFC Valença/Jequié
CFC Mundial/Feira de Santana
CFC Positran/Jaguaquara
CFC Valença/Ituberá
CFC Valença/Ipiaú
CFC Valença/Tancredo Neves
CFC Valença/Gandú
CFC Valença/Valença
CFC Harmonia/Juazeiro
CFC Capacita/Coité
CFC Cetec/Teixeira de Freitas
CFC Capacitar/Eunápolis
CFC 2001/Paulo Afonso
CFC Sertão/Irecê
CFC Teixeira/Teixeira de Freitas/Mat. e Filial
CFC Bonfim/Sr. do BonfimCFC Unitran/Jequié
CFC São Mateus (Poções)
CFC Tropical (Coração de Maria)
CFC Pereira/Feira de Santana
CFC Atual/Paulo Afonso
CFC Gandú/Gandú
CFC Karina/Santo Antônio Jesus
CFC Excelência
CFC Serrinha
CFC Maria Quitéria

CAPITAL
CFC MWM Progresso/Itapuã/Salvador
CFC Renascer/Brotas/Salvador
CFC ABB/Castelo Branco/Salvador
CFC EPTRAN/DETRAN/Salvador
CFC Circular/Pau da lima/Salvador

Novas regras para mototaxi

O que diz a lei
A lei federal, de 2009, regulamentada no ano seguinte, já devia ter entrado em vigor em agosto do ano passado, mas foi adiada justamente pela falta de locais autorizados a dar as aulas. Sem esse curso e o uso de uma série de equipamentos de segurança, esses profissionais cometerão, segundo a lei, infração grave (5 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 127,69).

Na prática, cabe aos estados definir quando as autuações começam a ser feitas. Em São Paulo, a fiscalização está prevista para começar neste sábado, a cargo da Polícia Militar. No Rio de Janeiro, não haverá muitas nos primeiros 4 meses, informa o Detran. Isso porque cursos só começaram a ser dados no estado nesta semana, em dois únicos pontos.

Como é curso
Com 50 horas-aula, sendo 5 delas de prática, o curso obrigatório para quem faz entregas ou transporta passageiros em moto é ministrado por órgãos que sejam autorizados pelo Detran. Pode ser gratuito ou pago: a decisão é dos estados e municípios. . Parte da carga horária pode ser cumprida à distância.

No estado de São Paulo, o Detran diz que cerca de 21 mil profissionais fizeram o curso. O sindicato da categoria estima que este número seja maior, de 36 mil, somente na capital paulista. Mas ele ainda é muito inferior aos 500 mil motoboys e mototaxistas que existem no estado, sendo 200 mil na capital, também de acordo com o Sindimoto.

Curso para motoboys em SP custa, em média, R$ 160, diz o Detran; cidades de São Paulo e Rio têm cursos grátis



Deixe seu comentário